ptarzh-CNenfrdeitjarues

Palo Alto Networks apresenta o primeiro NGFW ML-Powered do mundo

Avalie este item
(1 Voto)
Segunda, 29 Junho 2020 12:17

Migração do conceito de segurança de rede reativa para proativa.

paloalto web

Em um webinar realizado no dia 17 de junho, a Palo Alto Networks, parceira da TI Safe, apresentou uma grande inovação na área de segurança cibernética: o primeiro firewall de próxima geração com tecnologia Machine Learning (ML) embutido.

Em uma abordagem completamente nova, o NGFW baseado em ML usa modelos de aprendizado de máquina que identificam variantes de ataques cibernéticos e que chegam a barrar 95% das tentativas de invasão por malware.  “Treze anos atrás, mudamos completamente a segurança de rede quando criamos o firewall de próxima geração”, disse Nir Zuk, fundador e CTO da Palo Alto Networks, no webinar. “Como as redes empresariais estão aumentando – com nuvens híbridas, dispositivos IoT e home office – os ataques evoluem de forma rápida e automaticamente. Por isto foi preciso uma nova abordagem radical de segurança cibernética”, detalhou.

O PAN-OS versão 10.0 introduz o primeiro NGFW com Machine Learning do mundo que aprende continuamente e aprimora de forma proativa a segurança, com intuito de que os profissionais de segurança não apenas mantenham o ritmo, mas fiquem sempre a frente. O firewall de próxima geração (NGFW) da Palo Alto Networks:  

 - Ajuda a interromper novas ameaças incorporando o aprendizado de máquina (ML) no núcleo do firewall para fornecer prevenção de ataques sem assinatura em tempo real.

 - Identifica novos dispositivos IoT com ML e essa identificação é baseada em comportamento do usuário, removendo a dependência de impressões digitais.

 - Utiliza processamento de ML com uso intensivo de CPU e dados baseado em nuvem para detectar os ataques mais sofisticados quase que em tempo real.

 - Aproveita os processos de ML baseados na nuvem para enviar assinaturas e instruções de atraso zero ao NGFW para interromper ataques e reconfigurar políticas.

 - Coleta continuamente a telemetria para habilitar processos de ML intensivos em CPU e dados com base em nuvem, que recomendam alterações nas políticas para otimizar a utilização e os resultados da segurança.

Lido 1048 vezes Última modificação em Terça, 30 Junho 2020 15:47

Copyright © 2007-2020 - TI Safe Segurança da Informação - Todos os direitos reservados.