ptarzh-CNenfrdeitjarues

O futuro da segurança de redes é apresentado na Conferência Palo Alto Ignite 19 em Austin, nos EUA

Avalie este item
(0 votos)
Quarta, 19 Junho 2019 17:02

No evento, que aconteceu entre 3 e 6 de junho, a TI Safe apresentou o modelo de segurança Zero Trust aplicado para segurança de borda de redes de energia elétrica.

palestra Ignite

 

Na conferência Palo Alto Ignite 19, em Austin, Estados Unidos, Marcelo Branquinho, CEO da TI Safe, palestrou no dia 4 e junho sobre proteção de redes de energia com firewalls de próxima geração implementados em arquitetura Zero Trust para redes industriais.

Zero Trust, termo cunhado pela Forrester Research, baseia-se fundamentalmente no fato de que as ameaças estão em todas as partes, tanto dentro quanto fora das empresas. Marcelo Branquinho destacou que o primeiro passo para prever os tipos de ameaças e, efetivamente, blindar os sistemas de distribuição elétrica é compreender o conceito de IoE (Internet das coisas em redes de energia). O IoE possibilita um processo de produção de energia mais eficiente e limpa, com o mínimo de desperdício por meio de digitalização e automação. Contudo, esse ambiente altamente digital é também mais exposto e favorável aos diversos tipos de ataques cibernéticos. “É exatamente aqui que entra o modelo de segurança Zero Trust. Até então, no ambiente da TI convencional a arquitetura era montada acreditando que os dados trafegados no interior na rede eram confiáveis, o que é um grande risco para a corporação. Na abordagem Zero Trust são previstas várias camadas para prevenção, detecção e resposta onde todo o tráfego interno da rede também é monitorado”, detalhou Marcelo Branquinho.

Nesse novo modelo de segurança, o objetivo é inspecionar todo o tráfego que entra e sai da rede, além de controlar os acessos externos. Trata-se de estabelecer uma estrutura que proporciona visibilidade total dos dados desde o primeiro momento que eles adentram na rede de energia.

Na apresentação, Marcelo Branquinho abordou o histórico da transformação digital e os riscos para o sistema de energia, segmentação de rede, como acontecem os ataques via protocolo Goose e ainda estudo de caso.

Lido 833 vezes Última modificação em Segunda, 24 Junho 2019 11:14

Copyright © 2007-2018 - TI Safe Segurança da Informação - Todos os direitos reservados.