pten

Ataques de baixa complexidade podem parar linha de produção com braço robótico

Avalie este item
(0 votos)
Sexta, 09 Novembro 2018 19:50

Robotização da indústria precisa acontecer de forma segura

braço robo

Indústrias ao redor do mundo estão incorporando tecnologias digitais na produção para aumentar a competitividade. A robotização é uma delas. A presença de robôs não é exclusividade da indústria automobilística. Eles também aparecem na indústria eletrônica, química e de alimentos e bebidas. De acordo com a Associação Brasileira de Internet Industrial, são instalados em média 1,5 mil robôs por ano no Brasil. Um volume considerado baixo se comparado com outros países como Coréia do Sul, Alemanha, Japão e Cingapura, mas que tende a crescer e enfrenta um grande desafio: proteger-se contra os ataques cibernéticos.

O desenvolvimento da manufatura avançada, ou indústria 4.0, requer das empresas previsão contra invasões virtuais, seja na planta em funcionamento ou em fase de projeto. A ausência de um sistema de cibersegurança adequado pode, por exemplo, interromper a linha de produção ou processar dados de forma incorreta, causando prejuízos que vão desde o impacto negativo na reputação de uma marca até a desvalorização das ações de uma empresa.

Braços robóticos são controlados por softwares instalados em máquinas que podem facilmente ser atacados por hackers, como demonstrado no canal da TI Safe no YouTube. Marcelo Branquinho, CEO da empresa, lembra que o crime cibernético é um negócio onde os hackers ganham por um lado e quem contrata o ataque ganha por outro. "O ataque sempre tem uma motivação e quando falamos de indústria devemos imaginar que essas invasões podem ser patrocinadas por empresas concorrentes, governos, empresas de hacking e até grupos terroristas. Hoje em dia, é preciso pouco conhecimento técnico para lançar um ataque. Os script kiddies são um exemplo disso. Com menos conhecimento que os hackers conseguem roubar dados financeiros e informações pessoais. Se ataques a redes de informação podem causar danos financeiros e morais, invasões a redes de automação podem ter esse mesmo impacto e ainda custar vidas e danos irreversíveis ao meio ambiente".

Portanto, a evolução dos sistemas produtivos industriais com a interconexão entre máquinas e a introdução de tecnologias de apoio ao chão de fábrica como wireless e cloud, precisa estar baseada na segurança.

 

Lido 115 vezes Última modificação em Quarta, 14 Novembro 2018 14:41

Copyright © 2007-2018 - TI Safe Segurança da Informação - Todos os direitos reservados.