Home Blog Durante 2023, 20 gigantes do segmento de energia adotaram a Assinatura de Segurança Cibernética Industrial (ASCI) da TI Safe

Blog

Durante 2023, 20 gigantes do segmento de energia adotaram a Assinatura de Segurança Cibernética Industrial (ASCI) da TI Safe

Novo conceito de integração de tecnologias e serviços para prevenção de incidentes

Durante o ano de 2023, a TI Safe lançou a Assinatura de Segurança Cibernética Industrial (ASCI). A solução combina tecnologias e serviços para prevenir incidentes, oferecendo uma visão abrangente da segurança.

 

Como explica Marcelo Branquinho, CEO da TI Safe, a nova modalidade de serviço incorpora uma defesa robusta, proativa, autônoma e adaptável. “A ASCI assegura a continuidade dos negócios, protege os ativos industriais, evita danos, garante conformidade com normas e regulamentações, além de contribuir para a confiabilidade e reputação da empresa”, avalia o executivo.

 

Desde a criação e início da comercialização da ASCI, cerca de 20 grandes empresas do setor elétrico adotaram a solução. Entre elas a Âmbar Energia, empresa que possui linhas de transmissão e subestações elétricas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal; tem, também, a concessão da usina de geração de Uruguaiana e é responsável pelo projeto integrado de Energia Cuiabá, composto por uma usina termelétrica e gasodutos que transportam gás natural desde Chiquitos, na Bolívia, até Cuiabá, no Mato Grosso.

 

Como explica Juliane Ramos de Oliveira Rosa, supervisora de TI na Âmbar Energia, quando se olha de perto para o cenário de segurança nas áreas de transmissão e geração elétrica, a vulnerabilidade não está ligada apenas ao acesso à internet. “Existem outros fatores tão importantes quanto, como, por exemplo, o PCM, o plano de backup, os papéis bem definidos, como reportar, para quem reportar, em que momento reportar. E essas particularidades são ligadas única e exclusivamente à Tecnologia de Automação (TA)”, avalia Juliane.

 

Ainda segundo a supervisora de TI, a adoção da ASCI pela Âmbar Energia possibilitou a visibilidade 24 por 7, o que tem sido fundamental para manter o ambiente cada vez mais protegido. “A gente só consegue mudar e melhorar aquilo que identifica e, por isso, o monitoramento do ICS- SOC da TI Safe é tão importante”, explica. A executiva detalha, também, que toda e qualquer movimentação, alteração, inclusão é feita a quatro mãos, com um olhar sempre muito cuidadoso. “Diferente da Tecnologia da Informação (TI), a TO tem sempre que se preocupar com a disponibilidade.  Por meio desse trabalho que estamos desenvolvendo com a TI Safe, melhoramos a cada dia a proteção das nossas redes operativas”, avalia.

Os componentes da ASCI integram o TI Safe ISC.SecurityFramework que engloba:

          Acesso ilimitado aos treinamentos online oferecidos pela Academia TI Safe e workshops técnicos formatados para os clientes;

          Desenvolvimento e implantação de políticas, procedimentos e planos de continuidade;

          Segmentação das redes operativas com uso de firewall de próxima geração e criptografia de link;

          Visibilidade e monitoramento com uso de IDS industrial;

          Pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e testes de segurança para ambientes industriais;

          Abordagem consultiva para prevenção e melhoria contínua da rede operativa; gestão de riscos e maturidade de segurança cibernética em relação às melhores práticas;

          Estabelecimento e acompanhamento de planos de segurança cibernética industrial com o uso dos dashboards e relatórios;

          Gerenciamento de acessos e criptografia de dados em processo;

          Proteção contra malware moderno e ransoware;

          Especialistas dedicados para monitoramento e resposta 24×7 de rede de ISC-SOC;

          Antecipação de ameaças com o uso de base de conhecimento, inteligência artificial e aprendizado de máquinas.

 

Para saber mais acesse: TI Safe ASCI – Assinatura de Segurança Cibernética Industrial – TI Safe

 

Voltar