TI Safe

Class | Suporte | EaD | Hub |

Home Blog Desafios para implementação da nova Rotina Operacional de segurança cibernética do ONS

Blog

Desafios para implementação da nova Rotina Operacional de segurança cibernética do ONS

Recursos financeiros, mão de obra especializada e manter o abastecimento elétrico no país enquanto faz a transição para o novo modelo são alguns deles.

 

A Rotina Operacional do ONS e seu conjunto de requisitos e critérios deverá ser implementada em duas ondas: 18 e 27 meses após o início de vigência do documento, publicado agora em julho. Ou seja, até outubro de 2023 todas as empresas do setor elétrico conectadas ao Operador Nacional do Sistema terão que ter a R.O. incorporada. 

Marcelo Branquinho acredita que um dos principais desafios para as empresas será o de alocar recursos para implementar tudo o que é necessário, já que é uma decisão setorial do ONS, mas não está claro de onde deverão vir os recursos para as empresas arcarem com a conta. Outro dilema, na avaliação do CEO da TI Safe, será o de encontrar um número suficiente de profissionais especialistas em segurança de redes operativas para colocar a R.O. do ONS em prática. “Não existe no mercado pessoas com capacitação para implementar os requisitos. Será necessário desenvolver mão de obra em tempo exíguo”, avalia Marcelo Branquinho. 

Contudo, o ponto mais crítico para o CEO da TI Safe, é como implementar os requisitos de segurança sem que o fornecimento de energia elétrica no país seja interrompido. “Alguns requerimentos especificados na R.O. requerem intervenções críticas nas redes operativas como, por exemplo, implementar o controle de acesso com senhas fortes em sistemas de controle, trocar endereçamento de redes em funcionamento, trocar senhas de banco de dados, trocar senhas de dispositivos, ter um sistema de diretórios para automação e outras melhorias que, se feitas sem o devido cuidado, podem acarretar paradas na operação. Ou seja, é como abastecer uma aeronave em pleno voo. O desafio é enorme e o prazo é curto. Por isso, o melhor é não adiar”, ressalta. 

Para saber mais:

Webinar ONS Ready
Q&A ONS Ready
Site
Formulário de avaliação do nível de conformidade
Entrevista exclusiva para o CISO Advisor

Voltar